Você sabe quais são todos os bens que a sua empresa possui? Se a resposta é não, entenda que isso pode gerar diversos problemas, principalmente relacionados a gastos exagerados com manutenção e baixa eficiência operacional. Entretanto, é possível resolver essas questões com ajuda de um inventário patrimonial.

 

Esse tipo de inventário é um registro de todas as características técnicas dos ativos da empresa, desde máquinas, computadores e até imóveis. Dessa forma, você consegue rastreá-los e ter um maior controle facilmente.

 

Para te ajudar a compreender melhor sobre o assunto, neste artigo, vamos explicar o que é o inventário patrimonial, para que serve e quais são todos os benefícios. Vamos conferir? Continue a leitura!

 

O que é inventário patrimonial?

 

O inventário patrimonial é um processo de levantamento e registro de todos os ativos e bens de uma empresa. Dessa forma, facilita a identificação dos itens de valor, classifica a função de cada bem e aponta qual é o seu estado de conservação.

 

Os principais itens registrados de uma empresa são:

 

  • imóveis;
  • máquinas e equipamentos;
  • veículos;
  • móveis;
  • computadores;
  • eletrônicos.

 

O inventário patrimonial também tem como objetivo apresentar as informações à contabilidade, principalmente para obter controle fiscal dos bens da empresa.

 

Qual é a importância do inventário patrimonial?

 

Existem diversos motivos pelo qual é importante realizar o inventário patrimonial. Através de um banco de dados centralizado sobre os imóveis, máquinas, equipamentos, móveis, entre outros, você consegue saber exatamente qual é o ciclo de vida dos ativos e quando deverá realizar manutenções, por exemplo.

É recomendável para pequenas, médias ou grandes empresas que desejam ter um controle ágil dos bens, tomar decisões certas em relação a novos investimentos e, é claro, evitar prejuízos financeiros.

Veja abaixo quais são os principais benefícios do inventário patrimonial:

 

  • Proteção do patrimônio, ou seja, obtém maior controle dos bens;
  • Economia de recursos financeiros, pois diminui os custos com manutenção e identifica o que necessita ou não comprar para a empresa;
  • Aumento da vida útil dos bens, a partir da avaliação e registro do atual estado de conservação, ciclo de vida, expectativa de duração e previsão de manutenção;
  • Mais eficiência operacional, principalmente porque irá garantir que máquinas e equipamentos se mantenham atualizados para garantir alta produtividade;
  • Conhecimento real do valor dos ativos, seja o valor pago ou o atual;
  • Higienização da base de dados (sobras físicas x sobras contábeis) para verificar quais itens já foram perdidos, descartados ou excluídos dos itens de ativos, bem como a inserção de bens comprados, porém não contabilizados na empresa.

 

💡 Leia também: 6 motivos para fazer a avaliação de máquinas e equipamentos

 

Como é feito o inventário patrimonial?

 

O inventário patrimonial é solicitado pelo gestor ou pelo escritório de contabilidade da empresa. Por isso, é indispensável que a realização da mão de obra seja feita por profissionais capacitados e qualificados, a fim de certificar a contagem correta dos ativos e o levantamento de todas as informações necessárias.

 

 

Há alguns passos que devem ser seguidos com atenção e cautela para a criação do inventário patrimonial. Confira abaixo alguns pontos essenciais do processo:

 

1 – Planejamento da operação

 

O primeiro passo é o planejamento. Aqui, o profissional responsável irá definir quais serão os setores vistos e também levantará todas as informações necessárias para elaboração do inventário.

 

Descrição dos locais, etiquetas de identificação, recursos adicionais e equipe de inventários são alguns dos tópicos que entram nesse momento inicial.

 

2 – Listagem e identificação de todos os bens

 

Essa é a fase que exige mais trabalho e atenção redobrada. A listagem do inventário patrimonial deverá conter as seguintes informações:

  • categoria do item;
  • modelo;
  • número de série;
  • data da aquisição;
  • preço da compra;
  • estado de conservação;
  • vida útil em anos;
  • depreciação;
  • setor que o item é armazenado;
  • colaborador responsável pelo uso;
  • finalidade.

 

As características dos bens são registradas em uma planilha ou em um sistema de gestão. Além disso, os ativos são fotografados e etiquetados para facilitar a identificação. Em relação às etiquetas, geralmente, possuem códigos de barras para simplificar e reduzir o tempo na hora de obter as informações de cada item.

 

3 – Saneamento contábil e físico

 

Após o planejamento, listagem e identificação, é hora de eliminar as sobras contábeis e fiscais. É imprescindível que cada um dos casos seja analisado com cautela para buscar soluções cabíveis.

 

É necessário descartar algum equipamento? Há demandas de aquisições não contabilizadas? Tem alguma máquina que precisa de manutenção? Todas essas dúvidas são resolvidas no saneamento (ou higienização de dados).

 

4 – Aplicação de medidas corretivas

 

Nessa última etapa são concluídos os trabalhos do inventário patrimonial por meio da finalização de relatórios, os quais garantem sugestões de melhorias em setores que precisam de recursos. Todas as informações e fotos dos ativos são inseridas para identificar o estado de conservação de cada um.

 

Dessa forma, a empresa garante mais eficiência operacional, aumento da produtividade e otimização de custos e investimentos.

O inventário patrimonial é uma ótima ferramenta para obter um impacto positivo na empresa, principalmente relacionada a aspectos de controle e gerenciamento de ativos.

 

É recomendável realizar o inventário patrimonial de forma periódica para manter atualizado as informações de bens de um negócio.

 

Uma forma de facilitar essa rotina de atualização de inventário é contar com uma empresa especializada na realização de todo esse processo patrimonial. Caso você esteja em busca de um parceiro, saiba que a DLR pode te ajudar!

 

Acompanhe postagens como essa na nossa conta no Instagram:

 

Faça o seu Inventário Patrimonial com a DLR

 

Nós temos profissionais capacitados para realizar do início ao fim o inventário patrimonial de pequenas, médias e grandes empresas. Apresentamos um processo ágil e eficiente, com tecnologias que nos auxiliam em todos os passos para execução do serviço.

 

Deseja saber um pouco mais da nossa solução patrimonial? Entre em contato com um de nossos especialistas e solicite um orçamento sem compromisso.

 

Gostou deste conteúdo? Aproveite para conferir mais artigos em nosso blog e mantenha-se atualizado.